Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viajar porque sim

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Seg | 13.04.20

Revolut, um cartão seguro e solidário

 

Mandam o bom senso e a experiência que quem viaja com alguma frequência, sobretudo para fora do país, tenha (e leve consigo) mais do que um cartão bancário para levantar dinheiro ou fazer pagamentos. Há que acautelar imprevistos e evitar dissabores que podem estragar uma viagem. Um roubo, um extravio, um bloqueio acidental ou uma qualquer incompatibilidade bancária podem causar grandes inconvenientes, que é a coisa que menos queremos principalmente quando estamos em ambiente desconhecido.

 

Além disso, o hábito do consumo online tem vindo a instalar-se entre nós, e de forma acelerada desde que somos obrigados a estar mais tempo em casa por causa do surto da Covid-19. Claro que um dos receios maiores com as transacções online é manter os nossos dados bancários e o nosso dinheiro a salvo da pirataria informática. É por isso muito importante ter formas seguras de fazer os nossos pagamentos electrónicos, e ter cartões bancários com sistemas fiáveis e que possamos controlar facilmente.

 

Outra questão não menos importante quando viajamos fora da zona Euro prende-se com os encargos bancários associados aos pagamentos e levantamentos em moeda estrangeira. Independentemente do tipo de cartão ou banco, todos concordamos que são actualmente um exagero e uma despesa que pesa no nosso orçamento de viagem.

 

Foi por tudo isto que resolvi há uns meses aderir ao cartão Revolut, e foi uma decisão mais que acertada. É um cartão simples de pedir e de usar, versátil, muito seguro e muito económico, e depois de já o ter experimentado várias vezes em situações diferentes posso afiançar que a boa publicidade que dele é feita não é enganosa.

 

Além de poder ser usado tanto em viagem como no nosso dia-a-dia, o Revolut também nos ajuda a sermos solidários nestes tempos difíceis que estamos a atravessar, pois através dele podemos contribuir com toda a facilidade para a Cruz Vermelha Portuguesa.

 

O que é o cartão Revolut?

 

É um cartão (virtual ou físico) que inclui uma conta que podemos carregar com o valor que quisermos, na nossa moeda, e depois podemos utilizar para fazer pagamentos ou levantar dinheiro em ATMs em qualquer moeda e em qualquer país (incluindo Portugal) sem comissões ou outros custos (a não ser que essas comissões sejam cobradas pelas próprias ATMs, como sucede em certos casos), e ao valor do câmbio inter-bancário.

 

Também pode ser usado para enviar e receber transferências, em euros ou outras moedas.

 

A gestão é feita através de uma aplicação para smartphone, sendo também possível aceder à conta através do computador.

 

Quais as vantagens do cartão Revolut?

 

- É fácil abrir uma conta e ficar quase imediatamente com um cartão virtual disponível. Não há burocracias e é tudo feito no smartphone. Também pode ser disponibilizado um cartão físico (a custo zero se usarem o link que vos deixo abaixo, ou se acederem através da imagem que está na barra lateral), que chega passados poucos dias.

 

- É muito seguro. Só pode ser utilizado até ao limite do valor com que a conta estiver carregada, e o próprio cartão pode ser bloqueado e desbloqueado instantaneamente em qualquer altura através da aplicação. Ou seja, podemos ter sempre o cartão bloqueado e só o desbloquearmos quando necessitamos de o utilizar.

 

- Recebemos imediatamente no telefone uma notificação quando efectuamos um pagamento ou levantamento.

 

- Podemos activar a segurança do cartão com base na nossa localização, de forma a que se o cartão for usado num local diferente, seja automaticamente bloqueado.

 

- Permite-nos gerir melhor o nosso orçamento (fixar um limite para gastos num determinado período, por exemplo).

 

- Permite a criação de poupanças.

 

- Permite enviar e receber dinheiro instantaneamente de outras pessoas (que também tenham este cartão).

 

- É possível criar cartões virtuais descartáveis (para serem usados numa única compra).

 

- Podemos aceder de forma simples a criptomoedas, à compra de ouro e ao sistema de trading (capitais de risco).

 

Campanha solidária

 

Devido à actual pandemia causada pelo novo corona vírus, a Revolut lançou recentemente uma campanha local de donativos para a Cruz Vermelha Portuguesa, com o objectivo de apoiar esta instituição na angariação de equipamento de protecção pessoal, cobertores, camas e tendas, equipamento médico especializado, etc., e na assistência a famílias em situação vulnerável. Através da aplicação Revolut, podemos doar o valor que pretendemos uma única vez, definir uma doação recorrente ou fazer doações com o “arredondamento” de trocos.

 

Como funciona o cartão Revolut?

 

Tal e qual como um cartão de débito normal. Tem um pin associado, assim como um código de segurança para as transacções que fazemos online.

 

Os plafonds para os levantamentos gratuitos e outras vantagens e facilidades dependem do plano que se escolhe para a conta. Existem três planos distintos: Standard (que não implica qualquer custo mensal), Premium e Metal (estes dois envolvem o pagamento de uma taxa mensal fixa).

 

Cartão Revolut.jpg

 

Como pedir o cartão Revolut:

  • Clique aqui e registe o seu número de telefone no site da Revolut.
  • Vai receber confirmação do registo por SMS. Clique no link desse SMS e instale a aplicação.
  • Insira os dados pessoais solicitados pela aplicação e comprove a sua identidade para que a conta fique activa.
  • Carregue o Revolut com €10 (é o valor mínimo, que vai ficar todo em saldo).
  • Encomende o cartão STANDARD com entrega NORMAL.

 

A minha opinião sincera? O Revolut é um cartão excelente, sobretudo para quem viaja mas não só, e as vantagens que tem superam em muito as desvantagens. Na versão Standard tem algumas limitações, mas mesmo assim vale muito a pena. E para quem viaja muito, é sempre possível pedir o upgrade para a versão Premium, cujo custo mensal é pouco maior do que o que pagamos para a manutenção de uma qualquer conta bancária.

 

E se já têm o cartão, partilhem a vossa experiência nos comentários. Certamente será útil para quem lê este post.

 

 

Nota: Este post contém links afiliados.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.