Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

O novo look dos aviões da TAP

A TAP, que ainda é um bocadinho nossa, tem estado a renovar o interior dos seus aviões de médio curso – os A319, A320 e A321. A ideia por trás desta renovação é proporcionar aos viajantes mais espaço, mais conforto e novas comodidades. E, claro, poderem transportar mais passageiros em cada voo.

 

O novo look dos aviões da TAP.jpg

 

Uma das melhores características da nossa companhia de aviação foi sempre o conforto. Já viajei em bastantes companhias aéreas, algumas delas muitíssimo bem cotadas, mas desde que pus pela primeira vez os pés num avião da TAP que passei a dar-lhe preferência, sempre que me foi possível. Viajar num avião da TAP está, em termos de espaço e conforto dos assentos (e não só), alguns furos acima de uma Lufthansa ou Air France, por exemplo (já não vou comparar com as low cost), e nos antípodas da Iberia (eu sou de estatura média e mais para o magro, e mesmo assim nunca consigo ter espaço para as pernas nos aviões da Iberia).

 

Tap 7.jpg

 

Esta renovação centrou-se essencialmente na substituição dos assentos para os passageiros e alteração das galleys (os espaços onde a tripulação de cabine trabalha). As novas cadeiras são da Recaro (que não é portuguesa…) mas têm design e estofos 100% portugueses, e todo o projecto foi concebido e executado “com a ajuda de empresas portuguesas de referência, especialistas em pele e couro, e responsáveis pelo desenho de todo o interior da cabine”, tal como citado na newsletter divulgada pela TAP.

 

Em Outubro do ano passado, a SIC Notícias já tinha transmitido uma pequena peça sobre o envolvimento de empresas portuguesas nesta renovação, que podem ver aqui.

 

Cada avião demorou uma semana a ser remodelado; muitas horas de trabalho, envolvendo muita gente e muita coordenação, como se vê neste vídeo em timelapse:

 

 

Como as novas cadeiras são mais finas, permitem mais filas na cabine e consequentemente o transporte de mais passageiros de cada vez. 

 

Tap vermelho.jpgTap vermelho 2.jpg

 

As classes Executiva e Economy+ (com assentos debruados a vermelho), têm agora mais espaço para as pernas e as cadeiras têm mais inclinação. Dispõem também de suportes para tablet e tomadas eléctricas e USB.

 

Tap 6.jpgTap 8.jpg

 

A classe Economy tem as cadeiras debruadas a verde, que não são reclináveis. As refeições fornecidas aos passageiros desta classe e da classe Economy+ também são mais “ligeiras” do que as dos passageiros que viajam na classe Executiva.

 

Tap 4.jpg

 Tap verde.jpg 

Ainda não tive oportunidade de viajar num destes “novos” aviões (há-de ser em breve…), mas conheço quem neles trabalha e por isso as informações que tenho são de fonte fidedigna.

 

A impressão geral, mesmo por parte dos passageiros, é de que esta mudança foi positiva. A cabine está menos “claustrofóbica” e mais agradável, e embora a impressão de mais espaço seja na realidade mais visual do que efectiva, os passageiros gostam deste novo aspecto e do feel das cadeiras. O conforto não diminuiu e continua a haver espaço suficiente para as pernas, mesmo na Economy, onde na verdade a distância entre as filas é agora menor.

 

No entanto, a delimitação entre a classe executiva e as outras classes ficou algo diluída, o que não é do agrado dos passageiros desta classe, estando já a ser preparada uma solução parcial para esta questão. Além disso, como cada voo leva mais pessoas, torna-se mais complicado arranjar espaço para as malas de cabine quando um voo vai cheio.

 

tap corredor.jpg

 

As galleys perderam área, principalmente a da frente, que tem bastante menos lugar para arrumação, dificultando um bocado a vida à tripulação de cabine. Em compensação, como os corredores estão mais largos, têm mais espaço para trabalhar e a circulação dos passageiros também ficou mais facilitada. Ganha-se numas coisas, perde-se noutras (não há milagres…).

 

Alguém por aí já voou nos novos aviões? O que acharam?

 

Encontram mais informações e fotos no site da TAP.

 

 

 

3 comentários

Comentar post