Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Lugares em preto e branco - 8

  

Andaluzia, Espanha

OS PUEBLOS BLANCOS

 

Os pueblos blancos da Andaluzia dispersam-se pelas serras de Cádiz e Grazalema e têm em comum o seu isolamento e o branco ofuscante das fachadas das suas casas. Encarrapitado na encosta, cada pueblo é uma mancha branca que se vai aproximando à medida que balançamos nas curvas e contracurvas da estrada, e cada um tem características próprias que o tornam distinto dos outros. Numa região onde a paisagem inóspita e por vezes agreste é de uma imensa beleza e merecedora de uma visita só por si, a riqueza arquitectónica e cultural dos pueblos blancos é um motivo adicional para partir à descoberta destas pequenas preciosidades tão pouco publicitadas no nosso país. A lista é longa, mas estes são alguns dos mais interessantes:

 

ARCOS DE LA FRONTERA

 

É um dos pueblos blancos mais dramaticamente localizados, empoleirado no topo de uma escarpa calcária, e o seu labiríntico centro histórico está fantasticamente conservado.

Pueblos blancos 1.jpg

 

ESPERA

 

Aldeia tranquila em que o destaque vai para o castelo, de onde é possível apreciar uma magnífica vista de 360 graus sobre a imensidão da planura andaluza.

 

P1520153 pb.jpg

 

BORNOS

 

Junto à barragem (embalse, em bom castelhano) com o mesmo nome, Bornos é um pueblo cheio de vida e de lugares interessantes. Absolutamente imperdível: o Castelo-Palácio dos Ribera e o seu encantador jardim renascentista.

 P1520187 PB.jpg

 

GRAZALEMA

 

Aninhado na base de um maciço rochoso, o que lhe dá um delicioso ar de aldeia de montanha, é o único pueblo gaditano onde neva no Inverno.

 

P1530235 cópia PB.jpg

 

ZAHARA DE LA SIERRA

 

Um pueblo cheio de charme, encaixado entre uma barragem de tamanho bem respeitável e um penhasco rochoso onde domina um castelo. A subida até lá é dura, mas o esforço vale a pena.

 

Pueblos blancos 8.jpg

 

OLVERA

 

Uma povoação de tamanho considerável, bonita, bem cuidada e cheia de pontos de interesse, com destaque para a Igreja da Encarnação e o Castelo Árabe.

 

Pueblos blancos 7.jpg

 

SETENIL DE LAS BODEGAS

 

Descendo pela encosta desde a Fortaleza Nazari do séc. XIII, o casario branco adapta-se ao sinuoso percurso do rio e muitas das casas foram construídas de modo a ficarem “encaixadas” na rocha, o que dá à aldeia um carácter excêntrico.

 

Setenil de las Bodegas.png

 

GAUCÍN

 

Mais uma visão branca em cenário de montanha. Muito popular entre os expatriados britânicos, que aí têm uma comunidade em franco crescimento, oferece aos visitantes uma panorâmica desafogada que se estende até ao rochedo de Gibraltar.

 

P1520600 pb.jpg

 

CASARES

 

Uma construção Lego de casinhas brancas que parecem estar encavalitadas umas nas outras. Também dominada pelas ruínas de um castelo árabe, ao lado das quais se ergue uma igreja, Casares tem no entanto um não-sei-quê, uma atmosfera especial que a torna diferente de todas as outras e nos atrai a visitá-la para saborear as suas ruas e escadinhas estreitas e sinuosas.

 

Pueblos blancos 2.jpg

 

Pueblos blancos 3.jpg

 

 (publicado na rubrica Viagens da revista Inominável nº 10)

 

 

2 comentários

Comentar post