Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Viajar. Porque sim.

Paixão por viagens, escrita e fotografia

Lugares em preto e branco - 6

 

Denizli, Turquia

 

PAMUKKALE

 

Uma vasta e abrupta colina de um branco absolutamente ofuscante, com formações que parecem enormes conchas petrificadas, cheias de água leitosa, e estalactites escorrendo em cascata pelo declive – assim é Pamukkale. Este local ímpar é o resultado de uma feliz conjugação de factores: 320 metros abaixo do solo existem 17 nascentes de água quente (entre 35 e 100°C) que sobe até à superfície e vai depositando carbonato de cálcio pela encosta. Deposto pela água na forma de um gel suave, o carbonato de cálcio acaba por finalmente cristalizar e transformar-se em travertino.

Pamukkale  1.jpg

 

Mesmo ao lado de Pamukkale encontram-se as interessantes ruínas da antiga cidade romana de Hierápolis (onde existe uma enorme necrópole com centenas de túmulos). Este conjunto de lugares, que combina maravilhas naturais com outras feitas pela mão humana, está classificado como Património Mundial da UNESCO desde 1988 e é um dos locais mais visitados pelos turistas na Turquia.

Pamukkale  4.jpg

 

Estima-se que esta atraente obra da natureza tenha começado a ser formada há cerca de 14 mil anos. Para travar os estragos provocados pela grande afluência turística, há já muitos anos que as autoridades turcas instituíram regras muito rígidas para quem visita o lugar: só é possível aceder a uma zona muito restrita e há que ir descalço ou com chinelos de borracha. Para compensar a frustração dos visitantes, foram construídas ao lado umas “piscinas” semelhantes às naturais onde as pessoas podem entrar e banhar-se; não têm o mesmo fundo calcário das naturais, mas imitam bem e são alimentadas pelas mesmas águas quentes – razão pela qual muitas pessoas pensam que estão de facto a tomar banho nas formações verdadeiras.

Pamukkale  3.jpg

 

O Parque Natural de Pamukkale fica situado a 20 km da cidade de Denizli e oferece outras atracções, como por exemplo uma piscina com colunas romanas (verdadeiras) no fundo, em tempos pertencentes ao Templo de Apolo, pois no séc. II a.C. o lugar já era usado pelos romanos como centro termal, devido aos benefícios aportados pela riqueza mineral destas águas.

 

Pamukkale significa “castelo de algodão” na língua turca.

 

Pamukkale  2.jpg

 

 

 

 (publicado na rubrica Viagens da revista Inominável nº 10)